[layerslider id="15"]

Você super protege seu filho?

Você super  protege seu filho?
16 jun 2018

CAPA ORLANDO REAL ESTATE 18Embora seu filho já tenha condições de colocar os brinquedos no lugar, é você que sempre recolhe a bagunça pela casa. Seu filho chega em casa contando que o coleguinha esbarrou nele na fila e você vai no outro dia na escola querendo tomar todas as satisfações do mundo. Se seu filho de 10 anos ainda não corta o bife no prato e é você que faz isso por ele. Ou toda vez que sua filha se recusa a jantar, você espera que ela tenha fome e prepara um lanchinho. A criança esquece de levar o caderno para a escola, e você se desdobra para fazer o material chegar lá. Se alguma das afirmações acima é verdadeira para você, um alerta: essa postura pode estar deseducando seu filho. Pais que direcionam e facilitam demais a vida dos filhos não dão oportunidade para que eles tentem resolver os próprios problemas, impedindo seu desenvolvimento.
Muitos artigos científicos de universidades do mundo todo, apontam: pais que resolvem problemas pelos filhos e se intrometem demais em suas atividades sinalizam aos pequenos que o mundo é ameaçador, aumentando seus níveis de ansiedade e alterando o bem-estar emocional e a percepção que eles têm de si próprios e de suas capacidades. E em alguns casos essas crianças se tornam impulsivas, egoístas e se transformam em jovens imaturos, que não assumem responsabilidades. Esse jeito de educar rendeu até um nome: são os pais helicópteros, que estão sempre sobrevoando os filhos para evitar qualquer tipo de sofrimento e frustação. Ao menor sinal de perigo, aterrissam e prestam socorro a eles. As mães helicópteros protegem e acabam assumindo responsabilidades pelas crianças e perdendo a oportunidade de crescimento de seu filho. Impedindo que estes desenvolvam autonomia e autoconfiança. Eles possuem o desejo que seus filhos não sejam frustrados. Estes pais ficam ansiosos e com medo de que algo ruim possa acontecer. Esses pais acreditam que o melhor e mais seguro é viver constantemente ao lado deles. E isso pode ser extremamente prejudicial, pois pode torna-lo demasiadamente INSEGURO.
Quando os pais demonstram aos seus filhos que é necessário aprender a esperar para conquistar algumas coisas na vida, estes filhos desenvolvem paciência e a tolerância, fatores fundamentais para evitar a ansiedade, além de motivar a criatividade, a capacidade de negociação do que deseja, a aprendizagem da troca com os amigos, enfim cria-se neste contexto uma gama de possibilidades e novas formas de lidar com as dificuldades.
Por isso pais, é fundamental dar suporte, apoio, carinho e condições favoráveis para seu filho, porém controlar ele demais, invadir o seu espaço e tomar decisões por ele isso não. Tenho certeza que muito que você sabe hoje, você aprendeu com os seus erros. Não é verdade? Então, deixe seu filho ralar o joelho, deixe seu filho cortar o bife sozinho, deixe seu filho resolver seus próprios conflitos assim ele se tornará um homem muito mais seguro, confiante e equilibrado.

Tatyana Melo

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!