[layerslider id="15"]

Root Cause Rebatendo Falsas Afirmações

Root Cause Rebatendo Falsas Afirmações
03 fev 2019

Devido a um considerável número de pacientes que de repente passaram a me perguntar sobre o quanto seguro seria um tratamento de canal após verem um documentário no Netflix, eu decidi também assistir para tentar entender de onde estavam vindo estes repentinos questionamentos.
Trata-se de um “documentário” Australiano chamado Root Cause, onde o diretor do filme narra, em primeira pessoa, o que teria sido uma experiência traumática após um tratamento de canal que se tornou necessário devido a uma briga de rua em sua juventude, onde o trauma de um soco teria levado a um tratamento de canal.
Este “diretor de cinema” passaria então por uma jornada de 10 anos, com diversos problemas de saúde, sem que nenhum médico conseguisse diagnosticar o que havia de errado com ele tentando, sem sucesso, diversos tipos de terapias até que, ao ter o devido dente extraído, seus problemas desapareceram.
O cineasta em questão usa um ator para encenar sua história e intercalado ao roteiro, mostra entrevistas com médicos e dentistas que basicamente são contra a terapia de canal atribuindo a este tratamento toda e qualquer doença possível a um ser humano. De câncer a problemas cardíacos, passando por Alzheimer, para as pessoas do filme praticamente tudo é causado por tratamentos de canal. Se estes profissionais forem pesquisados online, podemos entender que existem diversos interesses por trás da narrativa.

Aqui vem o grande porém…

Não há, sequer, um só estudo na literatura médica e odontológica que de fato promova embasamento científico, mostrando pesquisas sérias e reconhecidas pelas duas comunidades que sustentem o que se fala neste documentário. Usa-se como referência duas pesquisas datadas do inicio do século 20 e da década de 50 respectivamente que já foram desbancadas diversas vezes por uma série de pesquisas atuais e de alto valor científico.
A verdade é que, tratamentos de canal, são extremamente seguros e previsíveis quando feitos de forma correta. Por experiência própria, em mais de vinte anos de carreira e por trabalhar sempre com os melhores endodontistas (especialistas em canal), sou testemunha de quanto esta modalidade de tratamento pode beneficiar pacientes e o quanto sua taxa de sucesso é alta, mais de 90%.
A boca é um ambiente naturalmente infectado. Quando há um desequilíbrio na flora bacteriana, vários problemas podem acontecer, como cáries, doença periodontal, e até mesmo câncer, independente do tratamento presente.
O importante aqui é certificar-se que o dentista, realizando o procedimento, esteja seguindo os mais rígidos padrões de qualidade e também manter uma boca sempre saudável.
Anexo estão o website da Associação Americana de Endodontia para maiores informações e um artigo desmistificando o documentário.

www.aae.org

JAMA Otolaryngology – Head & Neck Surgery Study
Research found that a patient’s risk of cancer doesn’t change after having a root canal treatment; in fact, patients with multiple endodontic treatments had a 45 percent reduced risk of cancer. (Tezal M, et al. Dental Caries and Head and Neck Cancers. JAMA Otolaryngol Head Neck Surg 139(10):1054-60, Oct. 2013.).

Até a próxima!

Dr. Gustavo de Oliveira

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!