[layerslider id="15"]

RESTITUIÇÃO DA COMUNHÃO

RESTITUIÇÃO DA COMUNHÃO
25 ago 2018

CAPA BRAZILUSA GOSPEL 16“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6:33)

“Restitui
eu quero de volta o que é meu
Sara-me, e poē teu azeite em minha dor
Restitui
e leva-me às águas tranquilas, lava-me e refrigera minh’a alma
Restitui”

O trecho acima é de uma música muito conhecida no mundo gospel, escrita pelo cantor, compositor e irmão em Cristo, Davi Sacer.
Além de muito tocada nas igrejas, ela traz uma letra que me tocou fortemente, e embora já a tenha ouvido centenas de vezes, foi neste mês que, no momento de louvor, ela trouxe respostas às perguntas do meu coração.
Gostaria de compartilhar agora com você, amigo leitor, a profundidade da nossa comunhão com Cristo, para que o oculto possa ser revelado, e que venha um entendimento claro da Palavra do Senhor, dos louvores, dos sonhos, das revelações e dos propósitos que Deus tem para cada um de nós.
O que você quer que seja restituído na sua vida? E na sua casa? Ou talvez na sua família? No seu trabalho ou no seu relacionamento? A sua oração vai ao Pai, apenas por você ou é melhor do que isso? O que perdeu-se no caminho? E o tempo que perdido foi?
Será que quando pedimos a Deus qualquer restituição que seja, estamos nos referindo mais a ELE ou a nós?
Somos por tantas vezes mesquinhos e pequenos. Lembramos dos nossos familiares, cargos, sonhos e aquisições. Mas o Senhor nos deu a PALAVRA DE DEUS, e nos ensinou que basta nos alimentarmos dela e seguir o que ela nos orienta, para que O MAIS nos fosse acrescentado.
E o que queremos que seja restituído? Pediríamos a Deus para que Ele faça o que acreditamos que precisamos e pensamos ser o melhor?

“Eu quero de volta o que é meu…”

Oh, Senhor! O que eu posso ter, além da sua presença, e o que posso pedir, como ter de volta aquilo que o Senhor me deu, que verdadeiramente é meu, senão o primeiro amor?
Somente Ele pode me revelar, somente o amor genuíno, verdadeiro e puro, assim como o de uma criança, será capaz de suprir qualquer ausência e restituir o que verdadeiramente por direito, cada um de nós que cremos, tem.
Sim, estou te falando do que esta canção revelou para mim. Não falo de prata nem ouro, nem de posses ou reconhecimentos. Falo do que nada nem ninguém poderá tirar de nós. Algo que o tempo não corrói, nem homem destitui. O que teríamos nós, de mais valioso, do que a presença d’Ele?
Por isso, te convido a refletir sobre esta letra, a restaurar o primeiro amor, a nascer de novo, a restituir o que é a sua comunhão com o Espírito Santo de Deus, em nome de Jesus!

Cristiane Almeida

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois + 17 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!