[layerslider id="15"]

Plano de governo dos candidatos à Presidência do Brasil ignoram Startups

Plano de governo dos candidatos à Presidência do Brasil ignoram Startups
19 out 2018

CAPA BRAZILUSA ORLANDO 93Olhando os planos de governo apresentados pelos candidatos à Presidência do Brasil, me deparei com a falta clara de políticas voltadas à inovação e ao desenvolvimento tecnológico. Na verdade é dificil se angariar votos falando deste tema, este é o real motivo que não vemos nada a respeito. Saúde, segurança e educação tornam-se prioritários e alavancadores de votos. Porém a falta de algo neste sentido, é muito preocupante quando olhamos no médio e longo prazos.
Poucos meios de comunicação tratam esse assunto, somente outro dia tive a oportunidade de ler uma matéria a respeito, que colocava muito claramente o que segue:
A dificuldade continua no início de um governo, onde há pressão natural da sociedade em exigir aquelas reformas anunciadas em campanha e o problema continua do meio para o fim, com o aperto orçamentário, que não faz distinção entre “despesas” e “investimentos”.
Se ainda houvesse uma demanda popular pela inovação e tecnologia, poderíamos ter um cenário diferente. Todavia, nossa população, sofrida pelas crises institucionais, sociais e econômicas, não parece também colocar a inovação tecnológica como uma prioridade para essas eleições.
A inovação e o empreendedorismo continuam sendo vitais se quisermos mais empregos, saúde, educação e segurança pública.
A inovação cria empregos. A tecnologia cria mais empregos do que destrói, e empresas envolvidas em novos modelos de negócio empregam de forma mais descentralizada, rápida e com salários maiores do que setores tradicionais da economia.
A inovação muda a sociedade. Hoje as pessoas têm acesso a alimentos mais saudáveis e de melhor qualidade por conta de transformações tecnológicas na agricultura e pecuária. Moradores de regiões distantes têm acesso a aconselhamento médico por meio de telemedicina.
A inovação gera competitividade. Não há como avançar na economia global sem uma matriz tecnológica definida e que seja coerente com nossas características populacionais.
É o velho jargão “correndo atrás do próprio rabo”, nunca saíremos disso se nossos políticos não pensarem com cabeça de empreendedor.
“O medo de errar é o principal obstáculo para inovação”. Sir Hob

Claudio Landsberg

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!