[layerslider id="15"]

Imóveis em Orlando valorizam 10% ao ano, Zillow descobre

Imóveis em Orlando valorizam 10% ao ano, Zillow descobre
31 maio 2018

O valor dos imóveis residenciais na região metropolitana de Orlando subiu 10,1% durante os últimos 12 meses encerrados em abril deste ano, atingindo um preço médio de US$ 223.700, informou hoje a empresa de busca de imóveis e dados imobiliários Zillow.
A média ainda é 15% menor do que no pico do mercado imobiliário em 2006, quando o preço médio do Zillow Home Value Index era de US$ 265.200.
O preço médio medido pela Associação Regional de Corretores de Orlando (ORRA) no mês de Abril foi de US$ 237.000, ou seja, maior do que a média do Zillow. Esse número divulgado na semana passada refletiu um aumento de 10,3% ao ano.
O valor dos aluguéis também está aumentando em Orlando, disse Zillow, observando um aumento de 3,5% desde abril de 2017 para um valor médio de US $ 1,448 por mês – apenas um dólar de diferença sob a média nacional, no qual apresentou um aumento de 2,5%.
Orlando é um dos apenas 14 mercados entre os 35 maiores do país que não viu os valores das residências ultrapassarem o pico de 2006 de acordo com o Zillow.
Nacionalmente, Zillow diz que os preços subiram 8,7% – o ritmo mais rápido de aumento em 12 anos, segundo o relatório. Os preços subiam 9% em junho de 2006, antes que a bolha estourasse e a Grande Recessão dominasse a economia. Os preços estão subindo rapidamente em:
• San Jose, Califórnia, aumento de 26%, valor médio de US$ 1.263.900.
• Las Vegas, aumento de 16,5%, valor médio de US$ 260.800.
• Seattle, aumento de 13,6%, valor médio de US$ 490.000.
Se você tem a impressão de que Orlando continua ficando cada vez mais lotado, você está certo – e isso está elevando os preços dos imóveis na cidade.
O preço médio de venda de casas em Orlando já sobe há 82 meses consecutivos, segundo dados de Abril divulgados em Maio pela Associação Regional de Corretores de Orlando. O preço médio de diversos tipos de residências subiu para US$ 237.000, 10,3% acima do ano anterior (2017) e 3% acima do mês anterior (Março 2018).
A região metropolitana também ocupa o quarto lugar na lista das cidades que mais crescem na América de acordo com a Homes.com, que citou dados do relatório US News and World.
A lista também menciona que o Centro da cidade é um dos melhores lugares para morar. Casas históricas em estradas de tijolos e acesso a restaurantes locais tornam o Parque Lake e Highland, parte de Orlando, um dos melhores da região, diz Homes.com, referindo-se a um estudo recente do site de dados de vizinhança Niche que também deu a área próxima ao Centro avaliações nota A para atividades ao ar livre e em família.
Comunidades de aposentadoria, empregadores da Fortune 500, grandes universidades e entretenimento tornam as cidades da Flórida atraentes para pessoas que planejam mudar de cidade, estado e até país, disse Homes.com.
Orlando registrou um aumento de 5,7% no número de vendas de imóveis em comparação com o ano anterior.
Compradores em busca de bons negócios podem recorrer ao Condado de Lake, o único dos quatro condados da região a ver as vendas desacelerarem ano após ano, com uma queda de 1,8%. O Condado de Osceola viu um aumento de 8,9% no número de casas vendidas, com Orange County subindo 8,2% e Seminole County com um aumento de 3,6%.
O preço médio de condomínios na região metropolitana de Orlando subiu 20,4% em relação ao ano anterior, chegando a US$ 130 mil, informou o ORRA neste mês de Maio. As residências isoladas aumentaram 9,4% durante esse período, atingindo US$ 257.000.
Vendas incomuns, como execuções de hipotecas (Foreclosure) e vendas de curto prazo (Short-Sale), representaram apenas 4% das transações no mês passado, com 133 vendas totais, uma queda de 46,4% em relação ao ano anterior.
O Artigo original foi publicado no dia 24 de Maio de 2018 no website do Orlando Sentinel por Bill Zimmerman, repórter do jornal especializado em Business & Real Estate.

Pedro Castillo

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!