[layerslider id="15"]

Depressão , um Mal que Atinge Ovelhas e Pastores

Depressão , um Mal que Atinge Ovelhas e Pastores
20 dez 2018

BRAZILUSA ORLANDO GOSPEL 20 CAPADepressão é um termo clínico que não é discutido na Bíblia, muito embora pareça ter sido um problema comum. Os Salmos 69, 88 e 102, por exemplo, são canções que falam de desespero, mas num contexto de esperança. No Salmo 43, Davi expressa tanto depressão quanto o regozijo, ao escrever:

Por que estás abatida, ó minha alma?
Por que te perturbas dentro em mim?
Espera em Deus,
pois ainda o louvarei, a ele,
meu auxílio e Deus meu.

Em outros trechos da Bíblia, parece que Jó, Moisés, Jonas, Pedro e toda a nação de Israel tiveram depressão. O profeta Jeremias escreveu um livro inteiro de lamentações. Elias viu o extraordinário poder de Deus em ação no Monte Carmelo, mas, quando Jezabel ameaçou matá-lo, ele fugiu para o deserto e mergulhou no desânimo. Ele queria morrer e preferia ter feito isso, se não fosse pelo “tratamento” que recebeu de um anjo enviado por Deus. Jesus estava muito angustiado no Getsêmani, fato que é descrito de forma pungente no texto da Nova Tradução na Linguagem de Hoje: “Aí ele começou a sentir uma grande tristeza e aflição e disse a eles: A tristeza que estou sentindo é tão grande que é capaz de me matar”.
Esses exemplos, acompanhados de numerosas referências à dor da tristeza, dão uma amostra do realismo que caracteriza a Bíblia. O desespero realístico é colocado em contraste com uma certa esperança. Todos os crentes que afundaram na depressão acabaram superando o problema e desfrutando de uma nova e duradoura alegria. A Bíblia não enfatiza tanto o desespero humano, mas sim a fé em Deus e a certeza de que gozaremos uma vida abundante no céu, se não pudermos desfrutar dela na terra.

As causas da depressão
A depressão pode ter diversas causas. Geralmente, várias delas atuam juntas e, se você puder descobrir, compreender e ajudar o aconselhado a lidar com cada uma delas, seu aconselhamento terá mais chances de sucesso.
A tarefa do conselheiro cristão é dificultada por uma série de mitos a respeito da depressão, que são largamente aceitos e, às vezes, até pregados. Não é verdade, por exemplo, que a depressão sempre seja resultante de um pecado, ou de falta de fé em Deus. Também não é verdade que toda depressão seja causada por auto piedade, ou que seja errado um cristão ter depressão, ou que os estados depressivos possam ser permanentemente removidos através de exercícios espirituais, ou ainda que a felicidade seja uma questão de escolha pessoal, ou que a “expressão cristão deprimido é uma contradição de termos”.

Como evitar a depressão
Será que é possível evitar a depressão? A resposta é: não completamente. Não há provas de que seja possível evitar muitas das crises de depressão de causa biológica. Além disso, há momentos em que as crises da vida nos causam profunda tristeza, e até depressão. Decepções, perdas, rejeições e fracassos atingem todos nós e podem levar a períodos de tristeza e desânimo. Mesmo assim, existem alguns meios que podemos utilizar para prevenir ou amenizar os golpes da depressão:

1) Confiar em Deus
2) Saber que encontrará esperança
3) Ficar atento às situações que podem

provocar depressão
4) Aprender a lidar com a raiva e com a culpa
5) Confrontar os modos de pensar
6) Aprender a aplicar técnicas
7) Encontrando apoio
8) Dedicando-se aos outros
9) Praticando exercícios físicos.

Conclusão sobre a depressão
O pregador Vance Hevner esperava que sua esposa muito doente fosse curada por algum milagre. Mas ela morreu, e ele caiu em depressão. Aquele homem idoso não conseguia entender por que aquilo tinha acontecido. “Todo indivíduo que pensa já ter colocado todos os caminhos de Deus convenientemente organizados numa tabela, analisados e correlacionados com explicações superficiais e convenientes, de modo que tem plenas condições de responder a todas as dúvidas dos corações feridos, ainda tem um longo caminho a percorrer no labirinto de mistério que chamamos de vida e morte”, escreveu Hevner. Deus não tem “nenhum modo esteriotipado de fazer o que faz. Ele livrou Pedro da prisão, mas deixou João Batista numa masmorra para morrer. Eu aceito tudo o que Deus faz, não importa como ele o faça”.
Esse homem ficou profundamente entristecido quando sua mulher morreu, mas tenho a impressão de que nunca ficou profundamente deprimido. Ele via a vida de maneira realística e isso é algo que pode ajudar os conselheiros e aconselhados a lidar melhor com o problema da depressão.
(artigo adaptado do capítulo 8 do livro Aconselhamento Cristão de Gary R. Collins).

Pr. Josué Gonçalves

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!