[layerslider id="15"]

A ARTE NO DIA A DIA

A ARTE NO DIA A DIA
01 ago 2018

CAPA BRAZILUSA ORLANDO 91A Flórida é um dos estados que mais rápido cresceu nos EUA nas últimas sete décadas. Orlando é, atualmente, a cidade mais visitada do país e eleita em 2018 uma das que mais cresce na América (apontada também como o mercado imobiliário mais quente entre as 50 maiores áreas metropolitanas dos Estados Unidos). A Forbes confirma: Orlando é a cidade número 1 dos EUA para compra de imóveis destinados a fluxo de caixa e ganho de capital, pois apresenta emprego, população e acessibilidade crescentes. Sabe quem se mudou para Orlando em 2017? Aproximadamente 56.000 pessoas chegaram em busca de um novo futuro. Mais precisamente em 2050, toda a eletricidade usada em Orlando virá de fontes renováveis, como solar e eólica, tornando-a uma das cidades mais sustentáveis do sudeste americano. E Orlando recebeu $12 milhões de verba Federal para testar e aplicar tecnologias smart de transporte e segurança, devendo replicar nacionalmente o aprendizado. Ela já é uma de 5 cidades escolhidas pelo Smart City Council para implementação de pesquisa com sensores que leem processos e a infraestrutura urbana, mostrando como será uma cidade do futuro com crescimento sustentável otimizado. Até lá, Downtown reinventa-se com $5.15 bilhões em investimentos para a Creative Village, a fase 2 do Dr. Phillips Center for the Performing Arts, a obra da I-4 Ultimate e o Orlando Magic’s Sports Entertainment District. A Creative Village terá escritórios, residências, propriedades comerciais e espaços para programas educativos UCF, Valencia College e OCPS. A caminho está a I-4 Ultimate Interstate, planejada para conclusão em 2021, fator-chave para o crescimento de Donwtown com nova via expressa passando por lá. Ali pertinho, o Orlando City, um dos poucos da liga MLS que é lucrativo, vendeu participação minoritária baseada em valuation de quase $500 milhões para o investidor canadense Albert Friedberg. A circulação internacional ficará ainda melhor quando terminada a fase 1 do projeto de ampliação do Terminal Sul do Aeroporto de Orlando. Orçada em $1.8 bilhões, ampliará a capacidade de tráfego aéreo anual para 61 milhões de passageiros, atendendo futuros visitantes da expansão de $500 milhões do Orange County Convention Center e do novo centro KPMG de treinamento e inovação, em Lake Nona.
Para celebrar, a cena de restaurantes deverá crescer em qualidade. Especialistas preveem estrelas Michelin numa cidade que atrai visitantes cada vez mais interessados na origem do que comem, reforçando o agriturismo na cidade com a tendência farm-to-table. Num passe de mágica, a Disney colabora para a expansão com o Toy Story Land já lançado e o futuro Star Wars Land, ambos no Hollywood Studios, aumentando a visitação nos parques e a lotação dos Resorts, elevando sua receita em 33%. Só o segmento Disney’s Studio Entertainment deve gerar 15% dos resultados da cia, com Captain Marvel (2019) e o novo Avengers (2019), seguidos de Toy Story 4, Frozen 2 e Star Wars: Episode IX. Tanto trabalho fez a Disney contratar 38.800 pessoas, liderando a criação de vagas no setor privado em Orlando.
Orlando vai virar uma cidade perfeita? Acho que uma cidade no estado da arte é algo utópico. Mas que vai ficar bacana, isso vai!

Cheers!

Carlos Eduardo Faria Costa

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!