[layerslider id="15"]

Acorde o Ano Novo!

Acorde o Ano Novo!
20 dez 2018

BRAZILUSA ORLANDO GOSPEL 20 CAPA“Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você,
meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo,
eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.”
(Carlos Drummond de Andrade – 1902-1987)

Não sabemos ao certo o que o nosso poeta maior tinha em mente quando imaginou este ‘cochilo’ do Ano Novo dentro das pessoas. O fato é que a imagem que o seu pensamento gera é muito pródiga. Chega a dar um choque pensarmos que dentro de nós há respostas e soluções pelas quais procuramos à exaustão. Tentamos, muitas vezes a vida toda, encontrar o que facilmente acharíamos se procurássemos dentro de nós.
Pensando na nossa vida como Cristãos essa reflexão alcança dimensões muito sérias. O Senhor Jesus disse: “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva” (João 7:38). Veja como de dentro de nós pode emanar muita vida. Tesouros que se formaram a partir do impacto do Evangelho em nós, interagindo com as nossas experiências de vida e com o conhecimento adquirido ao longo da nossa história.
Note agora o que acontece quando unimos a palavra de Jesus com a poesia de Drummond. Quando o Evangelho está em nós, desperta e aflora tudo o que Deus nos enxertou através da Sua Palavra (Tiago 1:21). Fomos, portanto, criados com toda riqueza e potencial. O pecado como que camuflou ou escondeu tudo de precioso que Deus fez. Mas o Evangelho de Jesus Cristo age resgatando a preciosidade em nós, realçando o tesouro que existe ‘em vasos de barro’, como escreveu o Apóstolo Paulo:
“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos; E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal. De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida.” – 2 Cor 4:7-12
Assim, o Evangelho nos dá a chance do despertar. Nos oferece a oportunidade de acordar o que dorme em nós. Nosso desafio é, portanto, interromper o cochilo imaginando por Drummond e nos levantarmos para exercer a nossa missão de sermos fontes que jorrem o rio da vida por onde andarmos!
Em 2019, sejamos tudo o que Deus nos planejou para ser!

Lécio Dornas

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as novidades BrazilUSA

Faça parte de nossos assinantes e receba todas as novidades da BrazilUSA.

You have Successfully Subscribed!